Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

27 de ago de 2012

O amargo e o doce do prazer


Umas dez latas de cerveja, alguns goles de energético
Balas, doces. Uma busca por cafeína, algo que mantenha os olhos abertos
Bem abertos
Uma roupa no canto e outras jogadas pelo caminho
Desejos demais. Mal se sabe o que aconteceu. Foi? Não foi?
Lençóis fora do lugar e o gosto amargo da ressaca na boca
Suposição

Noite após noite com uma disposição de fazer inveja ao mais recatados
Satisfação é a palavra chave
Doces azedos, pirulitos açucarados e insulina suficiente para iniciar a manhã
E mais uma vez. De novo. Ou não
Para saciar ou para relembrar, tanto faz
A vontade em provar é mais intensa que nunca
O desejo pelo amargo e o doce do prazer