Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

16 de jul de 2012

Tem culpa eu?





Me preocupei de verdade com aquele pecado, tanto que voltei para me redimir e recapitular os fatos. Sendo assim, encontrei-me no fundo de um delito nada extato. Olhando para mim mesmo vi que não tinha culpa suficiente para transformar tudo aquilo em dor carcomida, eu estava limpo. Precisava de culpa.


Entrei num site de culpa virtual, desses que se comercializam tudo que uma sociedade moderna precisa. Comprei minha culpa, uma que me caberia coerentemente quando chegasse por correio. Esperei a culpa chegar por mais ou menos oito semanas, mas a culpa não chegou. Liguei para a central de relacionamento para reclamar a ausência de minha culpa, a que eu escolhi na promoção.


Os atendentes eloquentes gerundicamente me asseguraram que a culpa tinha sido recebida por alguém. E se a culpa não tinha chegado até mim, significava que eu não merecia ter o produto.


- A culpa foi paga e recebida, isso faz quase cinco semanas. O senhor vai estar esquecendo aquela culpa e deverá gerar outro sentimento de semi culpa e preencher um formulário online de requerimento. Depois, o senhor deverá consultar o nosso catálogo de culpas recentes. Digite o código de sua culpa, pois ele é cumulativo. Logo em seguida, obtenha um desconto especial para a compra de uma culpa dupla, assim o senhor poderá estar presenteando alguém com uma culpa exclusiva. Aproveite nossa promoção, agradecemos a sua ligação e tenha um bom dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Áhh, que fofo você comentar!!!