Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

29 de dez de 2010

Frustrações sexuais


Há muito não relato aqui minhas peripécias vaginais. Pois me recordei agora de um acontecimento deveras peculiar, que merece registro em tão distinto blog. Peço que nossos leitores apreciem com atenção essa narrativa, que para variar, só poderia ter EU como protagonista. Afinal, por alguma razão metafísica de proporções escatológicas que desconheço, esse tipo de coisa só acontece comigo.

O início dessa crônica é igual a todos os outros: “estava eu em um evento, enchendo o rabo de líquido que contém elevado teor alcoólico em sua composição, blá-blá-blá”. Pois bem, quando resolvi retornar ao lar, às 8hs da matina, senhor meu pai estava no portão do recinto; acompanhava nosso estimado cão, que se aliviava conforme suas necessidades fisiológicas. Ao observar tão bela cena durante o crepúsculo da manhã, não consegui disfarçar minha embriaguez e fiz um belo escândalo. Não contente com o estado de choque de meu genitor, eu disse que não entraria em casa, pois ia beber mais na casa de nosso saudoso José Cuervo.

Claro que aquele espírito de porco do José se recusou a abrir a porta para mim, haja vista que ele estava copulando com uma dulcíssima donzela. E fui eu, dormir na casa de um dos meus geradores de prazer. Chegando ao lar do adorável pimpão, constatei que todos os seus residentes estavam acordados, o que não me impediu de fazer novo escândalo. Após homérico vexame, caí na cama mais bêbada que um gambá, sem sequer pensar na possibilidade de transar, já que a porta do quarto estava sem tranca e podia-se ouvir o som das crianças gritando e dos cachorros latindo, durante um divertido café da manhã em família.

Quando eu já estava quase no milésimo sono, veio a alma sem luz, cheio de amor para dar, e eis que não resisti. Claro que deveríamos fazer algo na descrição, e conhecendo meu estilo “cocotinha escandalosa”, ele implorou que eu não transmitisse nenhum tipo de ruído demasiado elevado. Ele queria ficar só de ladinho, assim poderíamos despistar caso alguém abrisse a porta bruscamente. Mas como não sou dessas de calmaria na hora do amor, comecei a me empolgar, para desespero do jovem rapaz.

Após chegar ao ápice do prazer, cismei que queria ficar em cima. O fato de ele tentar negar não me impediu de subir em seu corpitio, dar uma forte rebolada e ouvir em seguida um baita CRECK da cama. Calma, ela não chegou a quebrar, mas eu fiquei puta e me neguei a continuar transando. “Agora não quero mais. Já gozei, estou satisfeita, se você ainda não resolveu seu problema, entenda-se com suas mãos”. Muito franca, eu queria mais sexo com força, mas se não ia ter sexo com força, que os dois fossem dormir na vontade, e foi exatamente isso o que aconteceu. Porque eu sou bem dessas, ruim e egoísta.

Fiquei MESMO na vontade

Eis que no dia seguinte, as chamas do prazer me possuíam e eu queria transar de qualquer jeito. Para minha sorte, anoiteceu e encontrei outro de meus geradores de prazer em uma festa, logo, pensei: “Enfim, hoje vai ter”. Na hora de irmos embora, rolou no carro uns amassos daqui, outros de lá, e quando eu estava cheia de fogo, crente, crente que ia – enfim – dar uma cruzada bem dada, adivinhem o que aconteceu??? Ele Gozou. Isso mesmo, GOZOU antes de minha pepequinha abraçar o pintinho dele.

Nem preciso dizer que fiquei possuída pelo capiroto de tanta raiva. Mandei o Mr. Rapidinho me deixar em casa e fui dormir muito, muito, muito puta das calças. Transada boa mesmo, eu não dei com ninguém. Agora, por favor, me digam, qual é o meu problema? Um não me come direito, o outro dá uma cuspidela antes de me comer, e não vamos esquecer aquele fato narrado aqui num post anterior, em que o engraçado sequer conseguiu animar o bilauzinho, porque broxou, BROXOOOOOOOU.

Sinceramente, acho que no dia em que um homem me pegar de jeito (ou pelo menos me pegar direito), eu me apaixono. JURO.

5 comentários:

  1. Amor da vida!
    Vc está com Ebó!!
    Enfim, sei que sua satisfação só virá de fato quando encontrares o verdadeiro amor, aí sim a pepequinha ficará muito feliz, fora isso amiga, só depressão!
    E k entre nós, esses seus "salvadores da pátria" não estão com nada!
    Projeto 2011: Novas fodas, transas e peripécias carnais pra vc amiga! Ou até,quem sabe, um amor!!

    ResponderExcluir
  2. um bom sexo já vai me deixar bem satisfeita :P
    melhor, um ñ... VÁAAAAAARIOS, pra compensar tanto sofrimento

    ResponderExcluir
  3. Parece que os mancebos cariocas estão com dificuldade de encarar o duro ofício de manter em posição horizontal seu instrumento de trabalho por um tempo suficientemente necessário...
    Dispense o José Cuervo. Fique com o Jonhny Walker ou o Montila Carta Oro...
    Feliz 2011 procê e sua pepequinha!

    ResponderExcluir
  4. HAUAHUAHUAHAUHA! Muito obrigada, Ricardo! Pra vc tbm!!!!

    ResponderExcluir

Áhh, que fofo você comentar!!!