Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

4 de jul de 2011

Discursos...






Tenho pavor de passar a vida apenas existindo. E para sentir que vivo, busco caminhos que hoje não me fazem mais sentir nada, que não me levam a lugar algum. Pelo menos não mais.

E ter uma ideia muito vaga do que devo fazer, mas não ter coragem, me consome um pouco todos os dias. Complicado? “Não entendo, apenas sinto. Tenho medo de um dia entender e deixar de sentir”, escreveu Clarise Linspector. O que tem me preocupado é saber quando deixar de apenas sentir ou tentar entender, para enfim fazer. Concretizar.

Às vezes, para sair da inércia em que vivemos, é preciso tomar decisões drásticas. Covardia é para pessoas medíocres. Mas fazer belos discursos é fácil. Difícil é colocar em prática o que dizemos ser. Cada um diz sobre si o que quer. E é aí que residem as maiores mentiras que cada um conta para os outros, na esperança de enganar a si mesmo.

Um comentário:

Áhh, que fofo você comentar!!!