Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

10 de set de 2010

Freedom in Saturno


Reza a lenda que as mulheres de Saturno podem deixar suas bocetas em casa quando não querem ter aporrinhações corriqueiras como: menstruação, depilação, foda no way, etc e tal. Ao contrário dos homens que idolatram seus pênis, nós mulheres pelo menos uma vez por mês, odiamos ter vagina.
Só que lá em Saturno, as bocetas são móveis, o que possibilita a mulherada inovar descaralhadamente. Elas podem encaixar e desencaixar num fundamento brinquedos Lego, e abandonar a boceta em casa sangrando e ir trabalhar sem OB ou absorvente, para elas não é um sonho, é real. Deixar a menina peludona na depiladora e só voltar 1 hora depois pra pegar é absolutamente normal.
 Mudar a desculpa pra não ter que trepar seria HAHOU, e lá elas podem dizer com cara de dó: “íh, hoje não vai dá, esqueci minha boceta em casa môzin”, ao invés de: “estou com dor de cabeça”, desculpa pra lá de over. Imagina, poder aplicar creme vaginal ou tocar uma siririquinha sem malabarismo e dor no braço? Se arreganhar no gineco e passar por momentos constrangedores, NUNCA mais. Lá elas simplesmente levam suas bocetas numa bolsa e elas são atendidas individualmente pelo doutores sempre muito atenciosos. Nem vou falar do “sexo autoral”, seria pedir demais.  
Seria muito bom também, acabar com a falta de contato visual bocetal, acompanhar o envelhecimento dela de perto sem essa distância absurda. E acabaríamos principalmente com a monotonia vaginiana, isto é: seu homem/mulher poderia comer outras bocetas sem o estigma da “traição”, e nós poderíamos experimentar outras sensações, pq cada boceta tem a sua maneira de enxergar o mundo. Ou melhor, cada mundo tem seu tipo de boceta. Aqui na terra a gente sonha com mais mobilidade... Quem sabe um dia a gente se desencaixa?

9 comentários:

  1. Seu blog e' indiscutivelmente fora do comum! Gostei demais! Continua! Quero ler mais! :))
    Super!
    Bjs,
    Edvaldo Dortas ( E Dortas Photography )

    ResponderExcluir
  2. Certos dias, também deixo meu pênis em casa...
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  3. ahahhaha
    Mauro, vc é de saturno e ninguém percebeu!
    RULESSSSSS..

    ResponderExcluir
  4. Esta crônica está de outro planeta.
    Compreendo o drama mensal das moças.
    Até tenho um poeminha que fala nas "mares irregulares & sanguíneas"
    Por vezes nem me lembro de meu falo...
    Apenas quando vejo a Larissa Riquelme ou a Cléo Pires o ponteiro marca 12 horas. O horário mais constante é 6 e meia...(rs)

    Beijão.

    Ricardo Mainieri

    ResponderExcluir
  5. ahahahaha, RICARDO!
    muito bom...
    seis e meia é foda!

    ResponderExcluir
  6. 6 e mei a
    não é foda
    . um brinde
    por inteiro
    homens são
    (excepto os
    thirty past
    six)horizon
    tais
    já mulheres
    verti
    c
    a
    i
    s

    ResponderExcluir
  7. 6 e meia também pode ser foda, basta criatividade e concentração... desanimem não, a carne é fraca mas o espírito é forte !!!

    ResponderExcluir
  8. HAUAHUAUAHAUHAUAUAAHAUHAUHAUHAUHA! Bocetas de saturno!!!! Bocetas de saturno!!!!!!! PRECISOOOOOO!!!

    ResponderExcluir

Áhh, que fofo você comentar!!!