Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

24 de ago de 2010

Crises de choro


Nessa vida, a gente chora por tudo. Pelo menos EU choro por quase tudo. Choro quando estou triste, alegre, com raiva. Qualquer atividadezinha mais intensa e pimba. Lá está aquela bendita água salgada brotando involuntariamente dos meus olhos. Crises sentimentais são típicas de mim, confesso. Mas é importante salientar que essa sensibilidade fica bem, beeeeem mais aflorada, depois de uns copinhos de álcool.

Eu sempre chorei nas situações mais toscas, mas puta que o pariu, começar a chorar durante a foda, é foda de verdade. Estava eu transando lindamente no motel, quando o ato começou a tomar o rumo mais agressivo. Tapa na cara pra lá, agressões verbais para cá e eis que o filho da puta se empolgou demais e deu um belo de um tapão em minha encantadora cabecinha.

Dei crise. Mandei parar, fui em direção ao banheiro puta das calças, enquanto o indigente implorava perdão; me tranquei por lá mesmo e abri o berreiro. Voltei possessa de raiva, sem a mínima vontade de continuar dando, enquanto ele ainda se desculpava. E o pouco que ainda copulei, foi com leves lágrimas nos olhos. Cachaça dos infernos.

Desnecessário dizer que poucos minutos depois estávamos ambos, bêbados, nos braços de Morfeu, completamente apagados. Acho melhor começar a pensar na possibilidade de inserir em meu contrato de transadas casuais uma cláusula que estipule limite de teor alcoólico pré-coito. Para ambas as partes, é claro. Pelo menos, no balanço total da noite, antes do episódico safanão, gozei algumas felizes vezes.
Ah, e não sei quanto a vocês, meninas... Mas pelo menos de minha parte, um recado para os rapazes: não levem tão a sério esse papo de transada violenta, por obséquio.

5 comentários:

  1. continuo acreditando que vc deve ampliar seu nicho de mercado cara, vc só transa com troglodita assassino.

    eu heim!

    ResponderExcluir
  2. é o mesmo, querida, é o mesmo... mas se eu te contar minha última tentativa de transada com amor (com aquela minha opção alternativa), vc vai rir de mim... rir :P mas relaxe... estou providenciando novidades

    ResponderExcluir
  3. Meninos e meninas, por favor, levem a sério o tema transada violenta! ;)

    ResponderExcluir
  4. É a verdadeira pentada violenta.

    Beijos,
    Gold Label

    obs: sumido por conta de uma crise figadal

    ResponderExcluir

Áhh, que fofo você comentar!!!