Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

15 de nov de 2010

Justino merece um brinde


Justino é um rapazote deveras peculiar, que merece diferenciada atenção. Justino é daqueles que não recua diante do preconceito, hipocrisia entre outras mazelas afins. Justino abre sem pudores todo seu terno coração na presença de seus consortes, revelando intimidades ora custosas de serem aceitas nessa venal sociedade que agregamos.

Mas por que Justino merece tamanha veneração? Porque ele é visionário, um agente desagregador nesse emaranhado onde tudo é igual. Seus pêlos pubianos, por exemplo, são comparados as mais densas e ainda não exploradas matas atlânticas. Com muito orgulho, ele afirma que não gosta de aparar os cabelinhos do saco, pois se apraz em sentir aquela pelagem pomposa em seus culhões, além de ser uma divertida distração encaracolar os salientes meninos, enquanto assiste TV ou bate um papo saudável com os amigos.

“Mas você é um porco, Justino. Aposto que se tu arriar as calças, eu nem vou achar o seu pinto. Deve tá perdido no meio dessa penugem toda. Só queria ver o que você acharia se pegasse uma mulher ursona”, repeli eu, com toda minha não-aceitação-ao-diferente. Mas eis que recebi admirável revide diante de tamanha hostilidade: “Já peguei! Adoro, foi muito bom!”. Justino é desses que gostam de se divertir no pique-esconde-da-xana-peluda.

Se Justino poupa gastos homéricos despendidos pelas mulheres em sessões de tortura na câmara daquelas depiladoras mal amadas, que sentem prazer em nos ver sofrer enquanto esfolam nossa ora delicada flor com aquela melecada quente, ele também poupa o próprio bolso. “Nossa, Justino, que cheiro bom... que perfume é esse que você está usando?”. Pensam que ele respondeu “um perfume caro que me custou os olhos do cu”? Não, senhoras. “É Rexona mesmo! O roll-on! É muito mais prático e rápido!”.

E por falar em cu, Justino não se envergonha de admitir seus prazeres anais durante o ato do coito. “Pina, adoro levar um linguada no cu! Eu fico igualzinho a um bebê na posição de trocar fraldas!”. E enquanto ele faz essa bombástica declaração, começa delicadamente a simular uma singular posição, assemelhada a de uma rã no cio, pronta para copular. Assim, na frente de todo mundo. Sabemos que, verdade seja dita, todo homem se amarra em levar uma acarinhada no brioco, ficam deleitosos quando sentem uma catucadinha no botão anal. Mas são poucos os que assumem, por isso, sou fã do Justino.

Justino não se rende a indústria cultural que te vende a necessidade compulsiva de consumo de produtos caros, como uma forma de ostentação. Justino usa Rexona mesmo, igual o pedreiro lá de casa, sem medo de ser feliz. Justino não quer ver pepequinhas carecas, ele quer se fartar no meio da selva amazônica e ser presenteado com inúmeros brindes entre os dentes, após um sexo bucal-vaginal. Justino não quer apenas uma mamadinha no pequeno gigante, ele quer uma mamadinha com direito à linguada na rodelinha de onde sai feijão.

Justino é vanguarda, nessa parca sociedade composta de uma massa que se diferencia apenas em sua igualdade. Justino é pioneiro, nesse meio hipócrita e moralista onde não se pode admitir o gosto pelo afago no cu. Justino é retro, quando retorna aos ancestrais e cultiva a proteção peniana com tufas e mais tufas de pêlos cacheados. Justino é um exemplo a ser seguido. Justino é rei. E é por isso, só por isso, que Justino merece um brinde.

6 comentários:

  1. HAHAHAHAHA... vc me raxa !!!! eu-morri-...-juro!

    ResponderExcluir
  2. hahahahahahahahahaha.... nao creio!!!!
    q hilario, chorei de rir!!!! RV

    ResponderExcluir
  3. justino pra presidente do Brasil!!! rsss.. Sr. Blindex

    ResponderExcluir
  4. Quero dar pro Justino, agora!

    ResponderExcluir
  5. Não conseguir ler tudo pq estava chorando de rir lembrando da hora em q ele imitava a râ no cio... rsrs... estávamos todos juntos.
    E realmente, uma linguada bem dada, é uma liguada!

    Ass: Sex-on-the-você-quiser.

    ResponderExcluir

Áhh, que fofo você comentar!!!