Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

20 de abr de 2011

Espelho





Sou e não sou
o oposto de mim mesma
uma mentira que se reinventa
sempre convertida em verdade

Sou a verdade

Sou a fraude mais verdadeira
a mais crua, a mais pura
o engano que esqueceu de enganar
a certeza que perdeu a razão

Sou o fruto do que deveria ser e não é
o resultado de uma equação infinita
tão indefinida, indecifrável, ilimitada
que do tudo que sou, não percebo nada em mim

Não enxergo referências
minhas crenças são tão minhas que se isolam
desse mundo tão mais falso do que eu
que me transforma na diferença que não se importa em ser julgada

Talvez eu acredite que não finja fingir me enganar
nos muitos eus que já nem sei
nas minhas verdades desencontradas
que já tanto escondi e revelei

Eu não minto
não sei ser outra coisa
além desse ser inconstante que é o que não é
que se perde entre máscaras criadas ou imaginadas...

Que não permitem que eu enxergue meu reflexo no espelho

Um comentário:

Áhh, que fofo você comentar!!!