Sugira, critique, participe, contribua, toque uma, apareça!

mulheresqbebem@gmail.com

10 de mai de 2011

Quando sou deus


Todo mundo tem seu lado narcisista e egocêntrico. Eu, por exemplo, já pensei em escrever um livro; misturar passagens de minha vida à ficção, para depois fingir que tudo não passa de literatura barata. Mas como minha vida não é só minha – é também de tantas outras pessoas que cruzam meu caminho -, eu teria de qualquer forma que inventar – e muito – sobre minha própria vida inventada. A verdade é que ninguém me enxerga, ninguém me vê da maneira como me vejo. O quanto de verdade minha verdade teria? Tudo ficção. Para você, não para mim.

Mas não posso negar que algumas de minhas verdades eu invento, quem sabe para sofrer menos, para sorrir mais; minhas mentiras que escondo, por um motivo qualquer que desconheço. O que é a verdade, quando cada um tem a sua? Quando escrevo, crio um universo onde reina a minha verdade. Faço de mim a única verdade. Quando escrevo, sou deus. Um deus que determina a existência dos personagens que reproduz, reinventa, recria.

Um deus que xinga quando tropeça distraído na rua. Que pode chorar na frente de qualquer um e morre de medo do escuro. Um deus que não sabe o que vai acontecer amanhã. Mas pode inventar tudo em falsos registros escritos. E um dia, quando lerem minha mentira, podem encontrar nela alguma verdade. E eu terei criado uma verdade. Imposto a minha verdade. Eu terei sido deus.

A verdade é que as palavras que escrevo têm o poder de curar minha alma. Isso já me basta – às vezes (mentira?). Não preciso nem quero uma verdade simples e pura. Isso é coisa de gente reprimida, limitada. Minha verdade invento eu. A sua? A sua é problema seu. Talvez me interesse. Não sei. A verdade – que eu como deus imponho aqui enquanto escrevo – é uma só: todos nós mentimos para nós mesmos.

Um comentário:

  1. Realmente a verdade só existe enquanto inventada, e como bunda cada uma tem a sua. E ela só se torna problema quando não se enquadra na verdade do outro... Belo post!

    ResponderExcluir

Áhh, que fofo você comentar!!!